5 dicas de equilíbrio mental para quem vai prestar o Enem

Por Juliana Minardi, coach de meditação e fundadora da Medita Brasil

black ball point pen with brown spiral notebook

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) está chegando e com ele mais de 5 milhões de jovens brasileiros já ficam na expectativa para os dias de prova. Para não deixar a ansiedade e a preocupação atrapalharem seus resultados, confira as dicas de como manter o equilíbrio e a energia em alta antes e durante os domingos de exame.

 

1 – Cuide-se bem no dia anterior.

Você pode escolher o estado mental que deseja para o dia de prova. Isso mesmo! Temos mais de 60 mil pensamentos por dia, em média, mas você não precisa ser refém deles. É natural que o cérebro, desenvolvido centenas de anos para nos proteger dos perigos, crie pensamentos de insegurança, de medo e de dúvidas. Ok, mas agora que você compreende disso, saiba que é possível administrar isso, se mantendo no estado de presença. É um treino, mas é possível.

Corpo, mente e emoções precisam estar leves e ao mesmo tempo confiantes. Para isso, o dia anterior tem muito valor para que você esteja descansado e bem disposto no dia seguinte. Durma o necessário, nem muito, nem pouco. Cada um tem a sua dose certa de sono, saiba qual é a sua. À noite, escute essa meditação especial que preparei para você.

 

2 – Corpo são, mente sã (e vice-versa).

Muitos estudos já comprovaram que quando cuidamos da mente, meditamos e nos sentimos felizes, nossa saúde física também melhora. E quando nos mantemos saudáveis, nossa mente também funciona melhor. É um ciclo virtuoso que se retroalimenta. No dia da prova, é muito interessante fazer uma atividade física leve, como uma caminhada ou yoga. Sem muito exagero, a ideia é usar o corpo para te trazer para o agora, liberar hormônios de satisfação e te deixar mais tranquilo.

Busque alimentar-se bem, com frutas e legumes frescos. Nem por isso a comida precisa ser fria, existem preparos muitos saudáveis, ricos em vitaminas e minerais. Mantenha-se hidratado e evite excesso de cafeína, gordura e açúcares. Almoce cedo e lembre-se de se hidratar e comer algo também durante a prova, como banana e maça, que tem fácil digestão e darão energia para você continuar conectado com a solução das questões.

 

3 – Vá com consciência.

Parece óbvio, mas sempre tem aqueles que chegam atrasados. Não corra o risco de perder a prova ou de ter que correr para chegar em tempo. Deixe todo o material e documentos necessários já separados no dia anterior. Feito isso, no trajeto para a prova você pode experimentar a técnica da Caminhada Consciente. Ao invés de ficar refém dos pensamentos de preocupação que surgirem, caminhe se conectando com o ambiente à sua volta. Use os sentidos para te apoiarem nisso. Você pode se conectar a eles, um de cada vez. Sinta os seus pés um a um pisando o chão, sinta a textura do piso. Depois respire fundo, sinta os cheiros do ambiente. Observe as árvores e a natureza ao redor. Abra seus ouvidos para ouvir, independente dos sons que se apresentam. Esta é uma meditação que pode ser feita em movimento, com tranquilidade. Experimente e depois me conte.

 

4 – Medite antes de começar.

Diferente do que algumas pessoas pensam, a meditação não é apenas para relaxar. Nem é a execução de uma técnica. Meditação é um estado de consciência. E para alcançar esta condição, é necessário cultivar dois aspectos simultaneamente: o relaxamento e a atenção. Se for somente relaxar, a pessoa acaba dormindo, e se for só ficar atento em excesso a pessoa fica muito tensa. A meditação ajuda justamente que possamos encontrar o equilíbrio dessas duas qualidades e é justamente por isso que ela e muito indicada neste momento.

Antes de receber a prova, sempre tem aqueles minutos que antecedem a prova, que normalmente é quando as pessoas estão mais tensas. Este momento é perfeito para a meditação. Não precisa nem fechar os olhos, você pode olhar para baixo, a 45 graus abaixo do horizonte, apenas para não se distrair. Fique com a coluna ereta, relaxe as pernas a barriga, os ombros, os braços e os músculos do rosto, até o topo da cabeça. Conecte-se a sua respiração. No início você pode respirar em quatro tempos, reter o ar em dois, soltar em oito e segurar sem ar por um segundo. Não é algo matemático, ou seja, não precisa contar à risca, pois cada um tem o seu tempo próprio nesta prática respiração. Mas o pulo do gato aqui é saber que é bom que expiração seja mais calma, um pouco mais devagar. Exale o ar com bastante consciência e alegria. Experimente fazer isso agora mesmo!

 

5 – Mantenha o foco no resultado.

Ficou tenso? Faça uma pequena respiração mais consciente até se tranquilizar novamente. Quando você esbarrar em uma questão muito difícil, não perca a cabeça (nem o tempo), marque-a e continue fazendo o restante. Como serão cinco horas sentado, lembre-se de observar seu corpo, mente e respiração ao longo da prova, harmonizando sempre que achar necessário.

 

Desejo a você uma excelente prova!

Para saber mais sobre meditação e outras dicas de concentação, foco e memória, cadastre-se aqui. 

Namastê!

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s